quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Impermanência

RECONHECIMENTO DA IMPERMANÊNCIA

[...] Esqueça de ir além do tempo e espaço, já que mesmo ir além dos elogios e críticas parece fora de alcance. Mas quando começamos a compreender, não apenas intelectualmente mas emocionalmente, que todas as coisas compostas são impermanentes, então nosso apego diminui. A convicção de que nossas posses e pensamentos são valiosos, importantes e permanentes começa a se soltar.

Se fossemos avisados de que temos apenas dois dias de vida, nossas ações mudariam. Não ficaríamos preocupados em deixar os sapatos paralelos, em passar ferro na roupa íntima ou colecionar perfumes caros. Poderíamos ainda fazer compras, mas com uma nova atitude.

Se soubermos, mesmo só um pouco, que alguns de nossos conceitos, sentimentos e objetos familiares existem apenas como um sonho, desenvolvemos um senso de humor muito melhor. Reconhecer o humor em nossa situação evita o sofrimento.

Ainda vivenciamos as emoções, mas elas não podem mais nos pregar peças ou nos iludir. Ainda podemos nos apaixonar, mas sem medo de ser rejeitado. Iremos usar nosso melhor perfume e creme facial em vez de guardá-los para uma ocasião especial. Assim, todo dia se torna um dia especial.

(Dzongsar Khyentse Rinpoche)

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Camiseta Opaxorô

Camiseta unissex fio 30 pintada a mão com tinta fosca e aplicação de glitter. Tam. M


Opaxorô é um objeto indispensável na indumentária do Orixá Oxalá. Simboliza a Criação do mundo, do homem e a sapiência dos anciãos.


terça-feira, 23 de novembro de 2010

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

A descoberta de Buda


Fique silencioso. Feche os olhos.
Olhe para dentro tão profundamente quanto possível.
Esse é o caminho.
Lá, no fim do caminho, você é o buda.
E a jornada é muito curta - um único passo.
Só é preciso total urgência e absoluta honestidade
para olhar direto dentro do seu próprio ser.
Lá está o espelho; o espelho é o buda.
Ele é sua natureza eterna.
você tem de entrar cada vez mais e mais fundo, até descobrir a si mesmo.
Não hesite. Não há nenhum medo.
Ê claro, você está sozinho, mas essa solitude é uma experiência enorme, bela.
E neste caminho você não encontrará ninguém, exceto você mesmo.
Relaxe e seja apenas um espelho observador,
que testemunha, refletindo tudo.
Nem aquelas coisas têm intenção de ser refletidas,
Nem você tem intenção de captar seus reflexos.
Simplesmente seja um lago silencioso refletindo,
e toda a bem-aventurança é sua.
Este momento presente se torna a não-mente, o não-tempo,
apenas uma pureza, um espaço sem fronteiras.
Essa é a sua liberdade.
E a menos que você seja um buda, você não é livre.
Você não conhece nada da liberdade.
Deixe essa experiência mergulhar fundo em cada fibra do seu ser.
Fique ensopado, encharcado.
Quando você voltar, volte encharcado
com a névoa da sua natureza búdica.
E lembre-se desse espaço, desse caminho,
porque você tem de carregá-lo durante as 24 horas
em todas as suas ações.
Sentado, em pé, andando, dormindo, você permanece um buda.
Então, toda a existência se torna um êxtase.

Osho (Bhagwan Shree Rajneesh); A descoberta de Buda (ed. Cultrix)

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Ashes and Snow


Paradoxo. No dicionário, simplesmente idéias opostas. Muito mais que isso.
Paradoxo é arte. Na concretude de suas sutilezas. Todo mundo deveria carregar o sonho de ser contraditório como a arte. Na sua mistura de sentimentos e solidez, faz o simples expectador ser autor de um encanto que não fez, mas que não deixa de ser seu. 

E foi justamente em um paradoxo que pensei quando me deparei com o Projeto "Ashes and Snow". Não saberia conceitualizar precisamente o que é. Uma exposição, fotografias, vídeos.
Não, não é apenas isso. Qualquer expressão seria mínima diante da imensidão que o artista Gregory Colbert nos transmite com suas maravilhas. Ao observar sua arte nos perdemos na tentativa de distinguir o que é real ou não. Mas só nos parece surreal porque há muito tempo perdemos nosso contato com a natureza, viramos apenas conhecidos, quando na verdade somos irmãos de sangue e de alma.

Que esse projeto sirva para nos lembrar do nosso elo perdido. Ainda estamos em tempo de reatar nossos laços. 

Link do site da exposição: 

Regata Três Corações

Regata feminina pintada a mão com tinta metálica. Tam. G


sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Camiseta Buda

Camiseta unissex fio 30 pintada a mão com tinta fosca, metálica e aplicação de glitter. Tam. P

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

O início do Balaio do Saber


Quando mudamos para casa nova, fazemos uma inauguração.
No ano-novo, brindamos a vida.
Se passamos no vestibular, festejamos.
É assim sempre que mudamos o rumo, que começamos algo, que encontramos a nossa essência. O encontro com a arte é quase que uma oração. É a externalização de tudo que buscamos e construimos ao longo da vida.
E aqui, nesse começo de nossos amores, desejamos promover uma união. De encantamentos com encantados. De doçuras com mentes abertas. E de belezas com os olhos que sabem ver. 

Benvindamos todos com um abraço de coração com coração. Entrem e sintam-se a vontade para compartilhar!

O Balaio é de todos. O Saber também.


Para ver todos as postagens do Balaio do Saber, vá em marcadores e lá você terá motivos de sobra para nos visitar todos os dias!

domingo, 7 de novembro de 2010

Camiseta A Flecha


A imagem desta camiseta foi copiada do livro "As cartas do caminho sagrado" de Jamie Sams.

Compartilho com vocês o ensinamento que esta carta traz:

A Flecha
A verdade como proteção

“...o caminho da Flecha é reto e estreito e o alvo é sempre o coração.
...para que a paz se manifeste, precisamos utilizar o ensinamento da Flecha, ou seja, Caminhar somente em Verdade. A Verdade passará a constituir a nossa principal arma assim como a nossa proteção.”

Camiseta unissex fio 30 pintada a mão com tinta fosca e metálica. TAM G.

sábado, 6 de novembro de 2010

Camiseta Reverenciando o Sol

Este blog está no início, feito o Sol nascendo, trazendo luz, inspiração, amor e aconchego. Aqui você encontrará vários tipos de arte e, caso queira saber mais ou adquirir alguma, entre em contato. 

Venha, conheça, vasculhe os balaios que irão surgindo, e sinta-se a vontade, você é bem vindo (a)!


Camiseta unissex fio 30, pintada a mão com tinta fosca, metálica e aplicação de glitter. Tam. M